E-RN 800x105

Incêndios aumentam 128% no primeiro trimestre de 2021 no RN, diz Corpo de Bombeiros

Por Rogério Magno em 16/04/2021 às 10:06:30
Corporação registrou mais de 740 ocorrências entre janeiro e março, contra 326 no mesmo período em 2020. Bombeiro combate incêndio no Rio Grande do Norte

Pedro Vitorino/Divulgação/Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte registrou 744 atendimentos de ocorrências de incêndios em todo o estado, entre janeiro e março de 2021. De acordo com a corporação, o número representa um aumento de 128% em relação ao mesmo período de 2020, quando foram contabilizadas 326 ocorrências.

Os dados foram levantados pela corporação por meio dos Relatórios Mensais de Atividades (RMA) das unidades e divulgados pela Diretoria de Engenharia e Operações do CBMRN na quinta-feira (15).

“A nossa tropa vem trabalhando incansavelmente nessas ocorrências, cada vez mais, para atender o maior número de pessoas, garantindo a preservação da vida, do patrimônio e do meio ambiente”, disse o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Monteiro Júnior.

Entre os números do primeiro trimestre de 2021, a corporação destacou ocorrências de incêndios florestais. Foram 358 atendimentos na Região Metropolitana de Natal e 175 atendimentos provenientes das unidades de Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros.

No ano passado, a corporação lançou a operação Abrace o Meio Ambiente (AMA), que intensificou ações contra incêndios florestais com o investimento do Governo do RN em equipamentos de proteção individual e viaturas operacionais de combate a incêndio.

Veja alguns casos

No início do ano, um incêndio florestal que durou mais de cinco dias matou animais na região de Apodi, no Oeste potiguar.

Na própria noite de virada de ano, um incêndio que durou mais de 15 horas destruiu o depósito de uma fábrica de sabão em Mossoró.

Ainda em janeiro, uma idosa de 83 anos morreu em um incêndio em uma casa na Zona Norte de Natal. Segundo a corporação, a suspeita era de que o fogo começou no quarto da mulher, que era cadeirante.

Em fevereiro, bombeiros e guardas municipais controlaram um princípio de incêndio florestal no Parque da Cidade, em Natal - uma área de preservação ambiental.

Uma área de mata em um terreno privado também foi atingida por um incêndio em Capim Macio.

Ainda em fevereiro, uma casa ficou praticamente toda destruída, após ser consumida pelas chamas em Parnamirim, na região metropolitana.

Em março, um apartamento no 11º andar de um prédio da capital foi atingido por um incêndio. Ninguém ficou ferido.

Fonte: G1

Comunicar erro
Jota Edilson

Comentários