cnrn

Cirurgião famoso na Argentina, marido e filha estão entre desaparecidos em queda de prédio na região de Miami

Por Nilton Macedo em 24/06/2021 às 20:40:35
Cunhada do presidente do Paraguai também desapareceu no desabamento. Buscas continuam. VÍDEO: Prédio desmorona parcialmente em Miami Beach

Equipes de resgate ainda buscavam na noite desta quinta-feira (24) dezenas de desaparecidos entre os escombros do prédio que desabou parcialmente na região de Miami, nos Estados Unidos.

Entre eles, estava uma família inteira de argentinos: o cirurgião plástico Andrés Galfrascoli, de 44 anos, seu marido, Fabián Nuñez, de 55 anos, e a filha pequena do casal, Sofía, com 5.

Veja também:

VÍDEO mostra resgate de jovem em escombros de prédio em Miami

Imagens do momento em que parte do prédio desaba

FOTOS: O prédio antes e depois do desabamento

Eles são conhecidos na Argentina como uma das primeiras famílias a viajar aos EUA para dar à luz uma criança por meio de barriga de aluguel.

Andrés Galfrascoli, cirurgião argentino desaparecido após desabamento na região de Miami, em foto de 2018

Reprodução/Instagram

Fontes ouvidas pelo jornal "Clarín" dizem que Andrés e Fabián estavam em Miami justamente para um segundo procedimento. Amigos temem que uma mulher, grávida desse novo bebê, esteja entre os desaparecidos.

Andrés e Fabián viviam em outro apartamento apartamento na região de Miami, mas se mudaram ao edifício Champlain Towers um dia antes do desabamento, segundo o "Clarín". Eles tinham passagem para voltar à Argentina na próxima semana.

Em entrevista à agência Telam, o dono do apartamento onde estava a família argentina, identificado como Nicolás Patoka, disse temer que haja mais argentinos. O proprietário disse que ele mesmo procurou saber onde estão os inquilinos.

"Não estão nos hospitais, não estão atendendo o telefone e desde 1h30 [horário local] não respondem", disse Patoka.

Andrés Galfrascoli é um dos mais famosos cirurgiões plásticos da Argentina, seguido nas redes por celebridades do país sul-americano. Ele conhece pessoalmente a primeira-dama argentina, Fabiola Yáñez.

Cunhada do presidente paraguaio desapareceu

Novo presidente do Paraguai, Mario Abdo Benitez, acena para o público ao lado da primeira-dama, Silvana López Moreira, após ter sido empossado no Palácio Lopez, em Assunção, nesta quarta-feira (15)

Marcos Brindicci/ Reuters

Entre os desaparecidos, também está Sophia López Moreira, cunhada do presidente do Paraguai, Mario Abdo. Ela é irmã da primeira-dama paraguaia, Silvana López Moreira.

Além de Sophia, o marido dela, Luis Pettengill, e outras quatro pessoas estão desaparecidas — inclusive os três filhos do casal, menores de idade.

Por causa do incidente, o presidente Mario Abdo cancelou a agenda que tinha nesta quarta, informou o jornal "ABC Color".

Mais de 90 desaparecidos

Vista aérea do prédio de 12 andares em Miami Beach que desabou nesta quinta-feira (24)

Amy Beth Bennett /South Florida Sun-Sentinel via AP

Ao menos 99 pessoas que estariam no prédio não puderam ser contatadas pelas equipes de resgate e são consideradas desaparecidas. Outros 102 moradores, que não estavam no local do incidente, já foram identificados e estão em segurança.

A polícia do condado de Miami-Dade, que abriga as cidades da região metropolitana, confirmou uma morte e disse que 37 pessoas foram resgatadas da estrutura — destas, 35 estavam na parte que não desabou por inteiro, e apenas duas estavam sob destroços.

Vídeo: Veja o momento exato do desmoronamento em Miami

Segundo as autoridades, 10 pessoas ficaram feridas das quais quatro precisaram ser levadas ao hospital. Uma pessoa foi retirada sem vida dos escombros.

Até a última atualização desta reportagem, não havia relatos de brasileiros entre os desaparecidos. O G1 entrou em contato com o Ministério das Relações Exteriores para mais informações sobre possíveis cidadãos do Brasil que viviam no prédio, mas não obteve resposta.

Fonte: G1

Comunicar erro
Jota Edilson

Comentários