GOVERNO DO RN 2

Judoca alemã defende técnico após ser 'estapeada' na Olimpíada; veja vídeo

Por Rogerio Magno em 28/07/2021 às 10:51:40
Técnico da seleção alemã foi advertindo formalmente pela Federação Internacional de Judô (FIJ): o judô 'é um esporte educacional e, como tal, não pode tolerar esse tipo de comportamento'. VÍDEO: Judoca alemã recebe tapas no rosto de técnico antes de luta nas Olimpíadas

A judoca Martyna Trajdos, da Alemanha, defendeu seu técnico, Claudiu Pusa, que foi criticado e recebeu uma advertência formal após "estapeá-la" antes de uma luta nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

No vídeo, é possível ver Pusa puxar Trajdos pelo quimono e na sequência dar dois tapas no rosto da atleta (veja acima).

Trajdos afirmou que a agressão é um "ritual que escolhi antes da competição". "Meu treinador está apenas fazendo o que eu quero para me animar!", escreveu a atleta alemã em uma rede social.

Mas a explicação não satisfez a Federação Internacional de Judô (FIJ), que disse ter emitido "um sério aviso oficial" para o técnico da seleção alemã pelo "mau comportamento".

Segundo o FIJ, o judô "é um esporte educacional e, como tal, não pode tolerar esse tipo de comportamento".

Trajdos, que perdeu a luta, também escreveu no Instagram que "parece que não foi duro o suficiente" (em referência aos tapas).

A atleta alemã tem 32 anos e compete na categoria até 63 kg. Ela conseguiu um bronze no Mundial de 2019, em Tóquio, e foi derrotada pela judoca brasileira Mariana Silva na Rio 2016.

Martyna Trajdos, judoca da Alemanha, luta contra Szofi Ozbas, da Hungria, nos Jogos Olímpicos de Tóquio, na categoria até 63 kg feminino, em 27 de julho de 2021

Annegret Hilse/Reuters

VÍDEOS: as últimas notícias internacionais

Fonte: G1

Comunicar erro
Jota Edilson

Comentários