cnrn

RN registra 01 morte por Covid nas últimas 24 horas; novos casos são 06

Por Rogério Magno em 13/09/2021 às 16:09:54

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira 13. São 366.630 casos totalizados. No domingo 12 eram contabilizados 366.344, ou seja, 286 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 06 confirmados nas últimas 24h horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.302 no total, sendo 01 registrado nas últimas 24 horas, no município de Senador Elói de Souza . No domingo 12 eram 7.296 mortes. A Sesap também registrou outras 05 mortes após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.342.

Recuperados são 259.107. Casos suspeitos somam 173.329 e descartados são 724.459. Em acompanhamento, são 99.951.

Pesquisador explica redução na ocupação de leitos, detalha controle da pandemia e avalia ameaça da variante Delta no RN

A cada dia a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 na rede de saúde pública do Rio Grande do Norte tem diminuído, segundo dados da plataforma Regula RN. No feriado de 7 de setembro, a ocupação de leitos crítico ficou abaixo de 30% pela quarta vez em 2021. Para o professor Ricardo Valentim, coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (Lais) da UFRN e integrante do comitê científico do RN, tal cenário tem algumas justificativas, como a cobertura vacinal e a adesão da população aos protocolos sanitários.

O pesquisador detalha que desde o final do maio o estado potiguar tem experimentado uma redução gradual e sustentada de novos casos. O período citado é referente ao pico da segunda onda da pandemia da Covid-19. "Com a redução de novos casos, as internações também começaram a cair. Atualmente, os óbitos também estão em redução. Do inicio de junho até agora, os dados epidemiológicos no RN têm reduzido de forma sustentada, ou seja: semana após semana", destaca.

Valentim pontua que, ao analisar a taxa de ocupação dos leitos, é necessário considerar a redução no número de leitos disponíveis. Segundo ele, no final de maio eram 430 de leitos de UTI disponíveis na rede SUS do estado potiguar. Até esta quarta-feira 8, o oferta foi reduzida para 230 leitos. Para o pesquisador, os leitos que não mais existem para essa demanda estavam "ociosos" e, por isso, precisaram ser remanejados para atender outras doenças.

"Não só reduziu a ocupação, como diminuiu a oferta de leitos. Não havia mais necessidade desses leitos, que estavam ociosos. Tanto leito de UTI como leitos clínicos. O mais significativo, nesse contexto, é o leito de UTI. Ao analisarmos esses dados, vemos que a pandemia no RN, da perspectiva assistencial, está controlada", avalia.

A análise do professor da UFRN leva em consideração, ainda, que até o mês de junho, a média de solicitações de internações era de 100 pedidos diários. Tal pontuação vem reduzindo, conforme avaliação dele, a cada mês. Hoje em dia, os pedidos ficam abaixo de 20. "Tem dia com mais, outros com menos. Tem dia que chega a ter 10 pedidos de internações", comenta.

Sobre a ameaça existente em torno da variante Delta, Valentim reforça a segurança e eficácia da vacinação no enfrentamento dessa realidade. "O RN tem cobertura vacinal acima de 81% da população adulta. Com certeza isso tem influenciado o controle da pandemia da Covid-19 no estado. Mesmo com a introdução da variante Delta, a imunização tem produzindo um impacto positivo na transmissibilidade e redução no número de casos", pondera.

Por fim, o pesquisador afirmar que, para continuar controlando a pandemia, é necessário que a população permaneça adotando os protocolos sanitários já conhecidos, como o uso de máscara e a higienização das mãos. Além disso, ele reforça a importância de concluir o esquema vacinal. "É provável que nos próximos dias, se a população continuar se ajudando e se imunizando, o estado continuem observando essas tendências de redução gradual e sustentada que tem se mantido", encerra.

Fonte: Portal Agora RN

Comunicar erro
Jota Edilson

Comentários