GOVERNO DO RN 2

Demi Lovato e Softbank investem US$ 27 mi em proptech

Por Rogerio Magno em 27/09/2021 às 09:58:16

A artista norte-americana Demi Lovato e o fundo Softbank, responsável por investimentos em dezenas de startups, firmaram uma parceria para investir US$ 27 milhões (cerca de R$ 144 milhões) em uma "proptech" (nome dado às startups do mercado imobiliário que utilizam a tecnologia para oferecer serviços e produtos inovadores).

O Softbank liderou o investimento, enquanto a cantora participou do negócio como um investidor-anjo (quando o valor é bancado pelo próprio investidor). Quem recebeu o aporte milionário foi a June Holmes. Um dos planos da empresa é utilizar a quantia para acelerar a sua expansão no mercado.

Atualmente, a June Holmes opera apenas em grandes cidades americanas, como Nova York, Washington DC, São Francisco, Los Angeles, Philadelphia e Boston.

O novo aporte financeiro faz parte de uma rodada de investimentos série B, que mira justamente a expansão de um negócio. Com o aporte, além da expansão pelos Estados Unidos, a estratégia é começar a oferecer os serviços da companhia em outros países até 2023.

Como funciona a startup June Holmes?

Mãos segurando chaves e uma casa em miniatura, ilustrando o mercado imobiliário
A plataforma permite cadastrar imóveis para estadia curta ou de até 18 meses. Imagem: Alexander Raths/Shutterstock

A startup usa tecnologias como IA e algoritmos para encontrar valores de aluguéis mais baixos. Segundo a empresa, com o seu sistema, um inquilino pode resolver questões como inspeção e renovação de um imóvel em até três dias.

O serviço também promete auxiliar os donos de imóveis ao longo do processo do aluguel, evitando cair em golpes, por exemplo.

Por fim, a June Holmes diz que processa todos os pagamentos em sua própria plataforma, o que, segundo a empresa, evita o pagamento de taxas extras.

Via: Estadão

Leia mais:

Startup QuintoAndar também recebeu um aporte milionário

Quem também reforçou o caixa foi a startup imobiliária QuintoAndar, que anunciou no mês passado um aporte de US$ 120 milhões (cerca de R$ 636 milhões) liderado pelo fundo americano GreenOaks. Com isso, o valor de mercado da empresa saltou de US$ 4 bilhões para US$ 5,1 bilhões (pouco mais de R$ 27 bilhões).

Os planos da startup, segundo o presidente executivo, Gabriel Braga, são: expandir a oferta do serviço pelo Brasil e começar a internacionalização da plataforma. A companhia, que ganhou relevância no mercado com os serviços de aluguel, também investe na área de compra e venda de imóveis.

Créditos da imagem principal: Tinseltown / Shutterstock

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Fonte: Olhar Digital

Comunicar erro
Jota Edilson

Comentários