GOVERNO DO RN 2

Polícia Federal e Marinha apreendem veleiro com mais de 600 quilos de haxixe; dois italianos são presos

Por Rogério Magno em 29/09/2021 às 08:35:53
Homens foram estão detidos na sede da Polícia Federal em Natal. Navio ficou apreendido na Base Naval da Marinha na capital potiguar. Veleiro apreendido na costa brasileiro está apreendido na Base Naval da Marinha em Natal.

PF/Divulgação

A Polícia Federal e a Marinha do Brasil interceptaram e apreenderam um navio veleiro flagrado na costa brasileira com mais de 600 quilos de haxixe.

Dois italianos foram presos e est√£o detidos em Natal. O navio ficou atracado na Base Naval da capital potiguar.

Segundo a PF, a intercepta√ß√£o ao navio ocorreu na madrugada do √ļltimo domingo (26) a cerca de 180 quilômetros do arquipélago de Fernando de Noronha, na costa brasileira.

O veleiro Lamia, de bandeira panamenha, estava carregado com 632,65 kg de haxixe - subst√Ęncia extra√≠da das folhas da Cannabis Sativa, usada também na produ√ß√£o de maconha.

Os dois tripulantes italianos foram presos em flagrante e conduzidos, no in√≠cio da madrugada desta quarta-feira (29) para a sede da Pol√≠cia Federal em Natal, minutos após a embarca√ß√£o que os conduzia ter conclu√≠do a viagem e atracado na Base Naval.

Droga apreendida pela PF em veleiro chegou a Natal nesta quarta-feira (29)

PF/Divulgação

A a√ß√£o contou com o emprego do Navio-Patrulha da Marinha que levou embarcados policiais federais do Rio Grande do Norte e do N√ļcleo de Pol√≠cia Mar√≠tima na Para√≠ba.

De acordo com a pol√≠cia, a intercepta√ß√£o do veleiro Lamia ocorreu após a PF obter autoriza√ß√£o das autoridades panamenhas. Apesar disso, a corpora√ß√£o confirmou que a opera√ß√£o aconteceu dentro das √°guas do Brasil.

Ainda conforme a PF, a embarcação provavelmente teria partido do continente europeu.

Veleiro de bandeira panamenha foi localizado com mais de 600 quilos de haxixe na costa brasileira.

PF/Divulgação

A opera√ß√£o seria resultado da troca de informa√ß√Ķes entre o Grupo de An√°lise de Dados de Intelig√™ncia de Tr√°fico pelo Modal Mar√≠timo, da PF, ag√™ncias estrangeiras, entre as quais o Centro de An√°lise e Opera√ß√Ķes Mar√≠timas e o Centro Integrado de Seguran√ßa Mar√≠tima, da Marinha do Brasil.

Somente este ano, a Pol√≠cia Federal no Rio Grande do Norte e a Marinha do Brasil participaram de outras duas grandes apreens√Ķes de drogas em alto-mar. A primeira, em 14 de fevereiro, quando foram apreendidas 2,2 toneladas de coca√≠na na costa pernambucana e, a segunda, em 16 de junho, quando 4,3 toneladas de haxixe foram encontradas, a bordo de um veleiro, a 426 km de Recife.

Fonte: G1

Comunicar erro
Jota Edilson

Coment√°rios