GOVERNO DO RN 2

México passa a pedir visto a brasileiros para barrar trabalho irregular e imigração ilegal aos EUA

Por Rogerio Magno em 26/11/2021 às 18:00:49
Acordo de isenção de vistos tinha sido anunciado em outubro e foi cancelado nesta sexta-feira (26). De acordo com números das autoridades americanas, foram mais de 46 mil brasileiros detidos na fronteira entre EUA e México entre outubro de 2020 a setembro de 2021. Passaportes brasileiros

Marcelo Camargo/Agência Brasil

O México cancelou nesta sexta-feira(26) um acordo de isenção de vistos com o Brasil e vai exigir esta autorização de cidadãos brasileiros, após descobrir que o benefício era utilizado para trabalhar ilegalmente em território mexicano ou para tentar atravessar para os Estados Unidos.

"Os cidadãos da República Federativa do Brasil que pretendem entrar no país como visitantes (...) devem solicitar o visto nos termos das disposições legais aplicáveis", diz o jornal oficial do governo mexicano.

A medida já era esperada, e tinha sido anunciada pelo governo mexicano em outubro, faltando apenas determinar a data em que entraria em vigor.

46 mil imigrantes ilegais: número de brasileiros detidos cruzando do México para EUA aumentou 6 vezes

Imigrante brasileira morre abandonada no deserto dos EUA durante travessia

Senador americano afirma que 40 mil brasileiros 'com roupa de grife e bolsas da Gucci' atravessaram a fronteira dos EUA ilegalmente

De acordo com números das autoridades americanas, foram mais de 46 mil brasileiros detidos na fronteira entre EUA e México entre outubro de 2020 a setembro de 2021. Isso é bem mais do que o dobro do registrado em 2019, quando eram 18 mil. Entre os detidos pelos agentes de fronteira, os brasileiros são os sextos mais numerosos.

Abandonada em travessia, brasileira morre de sede e fome em deserto dos EUA

Em setembro, chamou atenção o caso da brasileira Lenilda dos Santos, morta aos 49 anos enquanto tentava fazer a travessia entre o México e os EUA a pé. Com sede e fome, ela morreu sozinha no deserto americano, abandonada pelo coiote — nome dado a quem facilita a travessia — e pelos outros que faziam a viagem.

A entrada de brasileiros ilegalmente nos EUA através do México também foi criticada pelo senador republicano Lindsay Graham, que afirmou, durante entrevista a uma rede de TV, que 40 mil brasileiros cruzaram a fronteira entre os EUA e o México "usando roupas de marcas e bolsas da Gucci".

Vídeos: Os mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Fonte: G1

Comunicar erro
Jota Edilson

Comentários