TerraBit Tec

Tempestade no interior de SP produz quase 500 raios e provoca mortes

Por Rogerio Magno em 16/01/2022 às 16:40:05

Na sexta-feira (14), um temporal que desabou sobre o município de Caçapava, no Vale do Paraíba, a 114 km da cidade de São Paulo, produziu 496 descargas elétricas. A informação é do Grupo de Eletricidade Atmosférica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Elat/Inpe).

Ana Maria Ramos e Tiago Silva morreram após serem atingidos por um raio na via Dutra. Imagem: Arquivo pessoal – via G1

Um homem e uma mulher que trafegavam de moto pela Dutra foram atingidos por um dos raios. Tiago Silva, 32, e Ana Maria Ramos, 41, anos morreram no local, antes da chegada do resgate. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o caso aconteceu no fim da tarde, na altura do Km 129, no sentido Rio de Janeiro.

Leia mais:

Número de raios provocados por temporal em Caçapava é considerado alto

Segundo o professor Osmar Pinto Junior, coordenador do Elat, esse volume de raios, registrados entre 15h e 20h, é considerado alto. “Foi uma tempestade muito forte, e a gente sempre recomenda que as pessoas não andem de moto durante tempestades. É muito perigoso você ficar próximo a objeto metálico sem que ele seja completamente fechado”.

De acordo com Junior, seis raios atingiram a Dutra. “Infelizmente, aconteceu esse caso. E nós temos a previsão de que caiam mais raios ainda”, disse ele em entrevista ao G1.

Ele orienta que os motociclistas devem procurar abrigo e não trafegar quando houver a incidência de raios. Já os motoristas de carro estão mais protegidos. “Se você está andando de carro na via Dutra, não tem problema. Você continua e não para o carro. Não se preocupe. Agora, se você está de moto, e você está entrando em uma região com muito raio, chuva muito forte, você deve sair da Dutra. Se estiver caminhando na beira da Dutra, é a mesma recomendação. Começou a escutar o barulho do trovão e veio chuva forte, saia da Dutra e busque abrigo dentro de uma residência, dentro de um bar, dentro de alguma coisa próxima a estrada, a rodovia”.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Fonte: Olhar Digital

Comunicar erro
Jota Edilson

Comentários