Terra-Bit

Professora Ludimilla Oliveira é nomeada reitora da Ufersa

Por Rogério Magno em 21/08/2020 às 13:52:58
Nomeação é publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (21). Anúncio foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro durante visita a Mossoró. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) aproveitou a passagem por Mossoró, no Rio Grande do Norte, nesta sexta-feira (21), para anunciar a nomeação da professora Ludimilla Carvalho Serafim de Oliveira como reitora da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa).

"Também quero dar uma boa notícia aqui: acabou de publicar no Diário Oficial da União a posse da professora Ludimilla como reitora da Universidade Federal Rural do Semi-Árido. Boa sorte à senhora. A senhora tem um grande papel pela frente. O que liberta o homem e a mulher é o conhecimento e com conhecimento nós atingimos todos os nossos objetivos", declarou o presidente em discurso durante a entrega de 300 unidades habitacionais no residencial que leva o mesmo nome da cidade.

Ludimilla Oliveira foi a terceira colocada na consulta feita à comunidade, em junho. Ela teve 18,33% dos votos. Rodrigo Codes (37,55%) e Jean Berg (24,84%) ficaram à frente. A lista tríplice da Ufersa foi encaminhada ao Ministério da Educação e à presidência da república, e a presidência tem o poder de escolha, independentemente da posição entre os três nomes.

"Graças a Deus e a um conjunto de competências que nós reunimos durante a nossa trajetória na universidade, participamos de uma consulta, a lista foi enviada à presidência da República e o presidente nos escolheu para ser a primeira mulher reitora em 53 anos de história da Esam-Ufersa", falou Ludimilla durante evento da comitiva do presidente em Mossoró.

Professora Ludimilla Oliveira é nova reitora da Ufersa

Arquivo/Ufersa

A nova reitora disse que vai "dialogar com todas as pessoas" e "agregar". "Nós estamos dispostos a trabalhar, fazer o melhor, com parcimônia, com paz, e cumprir a nossa missão, não só como primeira mulher como reitora em 53 anos de história de Ufersa, numa terra pioneira como Mossoró. Não é somente ser a primeira. É deixar um legado, fazer história com educação no Rio Grande do Norte", lembrou.

Questionada sobre a primeira missão à frente da instituição, a professora frisou que "o desafio é vencer as dificuldades de todo o processo de retorno às aulas", suspensas por causa da pandemia do novo coronavírus. "Fomos desafiados a viver uma realidade que não estávamos prontos", completou.

Fonte: G1

Jota Edilson

Comentários

GF AUTO CENTER