TerraBit Tec

Aliados tentam convencer Bolsonaro a desistir da CPI da Petrobras

Segundo líderes partidários e membros do centrão, o presidente poderia sofrer um maior desgaste durante as investigações

Por Rogerio Magno em 20/06/2022 às 11:26:08
Jair Bolsonaro - Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Jair Bolsonaro - Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Membros da base aliada do presidente Jair Bolsonaro estão tentando fazê-lo desistir da ideia de provocar a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a Petrobras. Para eles, essa é uma proposta arriscada, que pode se transformar em um "tiro no pé", principalmente durante o período eleitoral, desgastando a imagem do presidente e atrapalhando os planos de reeleição.

Mesmo em "guerra" declarada entre o Governo e a direção da estatal, parlamentares do Centrão e base aliada não querem deixar ir adianta a ideia da investigação na alta cúpula da petrolífera.

O principal objetivo do Governo, neste momento, em relação à Petrobras, deve ser conter o avanço do preço dos combustíveis. Contudo, aliados não veem uma CPI como o melhor instrumento para conseguir tal efeito. Líderes partidários sugerem que a Comissão poderia se transformar em um palanque para a oposição, que usaria argumentos como o fato de o presidente da estatal e da maior parte dos membros do conselho terem sido indicados por Bolsonaro, atribuindo a ele a culpa pelos aumentos.

Outro ponto crucial para impedir a abertura de uma CPI é que, mesmo que o Governo consiga fazer maioria na Comissão, parlamentares oposicionistas ainda teriam acesso a documentos sensíveis envolvendo a Petrobras e que poderiam ser prejudiciais à imagem do presidente Jair Bolsonaro.

Fonte: Novo Noticias

Comunicar erro
Jota Edilson

Comentários