TerraBit Tec

Turquia libera adesão de Finlândia e Suécia à Otan

Por Rogerio Magno em 29/06/2022 às 07:50:08
Foto: JONATHAN ERNST/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Foto: JONATHAN ERNST/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O governo da Turquia concordou em retirar suas objeções à entrada da Finlândia e a Suécia na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e abriu caminho para uma expansão da aliança atlântica na Escandinávia, após décadas de neutralidade de Estocolmo e Helsinque.

Caso confirmadas as adesões, a Otan terá uma das expansões mais significativas da aliança em décadas, em um momento em que a invasão da Ucrânia pela Rússia alterou radicalmente o cálculo de segurança da Europa. Também ressalta como a guerra na Ucrânia minou o objetivo do presidente Vladimir Putin de enfraquecer a Otan ao empurrar a Suécia e a Finlândia para os braços da aliança.

O acordo só foi possível depois de negociações de bastidores entre o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan e líderes suecos e finlandeses. Ancara se opunha à adesão dos nórdicos ao bloco pelo apoio desses países a grupos militantes que lutam pela independência do Curdistão. Suecos e finlandeses concordaram em elaborar junto a Erdogan princípios para extradição de suspeitos de terrorismo. O governo americano e a Otan elogiaram o acordo anunciado.

"Tenho o prazer de anunciar que agora temos um acordo que abre caminho para a Finlândia e a Suécia se juntarem à Otan", disse o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg. "A Turquia, a Finlândia e a Suécia assinaram um memorando que aborda as preocupações da Turquia, incluindo as exportações de armas e a luta contra o terrorismo."

O anúncio ocorre após uma reunião em Madri que incluiu o presidente turco Recep Tayyip Erdogan, a Primeira- ministra da Suécia, Magdalena Andersson, e o Presidente da Finlândia, Sauli Niinisto, e foi presidida por Stoltenberg. A Turquia disse que "conseguiu o que queria", incluindo "cooperação total... na luta contra" os grupos rebeldes.

"Como resultado dessa reunião, nossos ministros das Relações Exteriores assinaram um memorando trilateral que confirma que a Turquia, na cúpula de Madri nesta semana, apoiará o convite da Finlândia e da Suécia para se tornarem membros da Otan", disse Niinisto. "Os passos concretos da nossa adesão à Otan serão acordados pelos aliados durante os próximos dois dias, mas essa decisão é agora iminente."

Fonte: Tribuna do Norte

Comunicar erro
Jota Edilson

Comentários