Terra-Bit

Queijeiras do RN passam por capacitação em gestão e para criação de identidade visual

Por Rogério Magno em 26/09/2020 às 08:17:40
Empreendimentos vão receber auxílio também para melhorar procedimentos em questões burocráticas e financeiras. Queijeira no interior do RN

Reprodução/Inter TV Cabugi

Queijeiras do Rio Grande do Norte vão passar por uma capacitação em gestão e para criar a identidade visual dos empreendimentos. A ação é do Governo do Rio Grande do Norte e do Sebrae. As queijeiras atendidas são as beneficiadas pelo Edital de Leite e Derivados, do Projeto Governo Cidadão e da Secretaria de Agricultura e Pesca (Sape RN).

Além da capacitação para confecção da identidade visual dos produtos beneficiados nas indústrias de agricultores familiares, terá ainda para confecção de materiais de expediente e papelaria e da fachada do empreendimento. A ideia é que a construção da imagem tenha um apelo artesanal, destacando peculiaridades das comunidades onde as queijeiras estão inseridas.

As informações nutricionais terão qualificações, que antes de serem impressas nos rótulos, vão precisar passar pela análise e aprovação do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn), finalizando com capacitação nas áreas de gestão (tributária e fiscal) e financeira.

"A ideia das capacitações é de fazer com que as queijeiras comecem a funcionar de forma profissional, sabendo lidar com questões burocráticas, financeiras, mostrando também a importância de se estar com as identidades visuais estabelecidas", destacou o gerente do Sebrae Caicó, Pedro Medeiros.

O Sebrae explicou ainda que as queijeiras receberão consultorias para possibilitar a construção de um quadro nutricional informativo e claro, que esteja, assim como a própria estrutura da indústria da agricultura familiar, dentro dos padrões sanitários vigentes.

Para cada uma das cooperativas - Cooperativa Agropecuária do Seridó (Capesa) e Cooperativa Mista dos Agricultores Familiares do Seridó (Coafs) - será investido o valor de R$ 134 mil, sendo R$ 94 mil de subsídio do Sebrae-RN e R$ 40 mil como contrapartida da cooperativa, viabilizada pelo Governo do RN com recursos do acordo de empréstimo com o Banco Mundial.

Fonte: G1

Jota Edilson

Comentários

GF AUTO CENTER