Empregos nos pequenos negócios crescem 6,19% de janeiro a maio no RN

Por Rogerio Magno em 29/06/2024 às 09:33:16
No mês de maio o setor que mais se destacou com saldo de emprego foi o de Serviços | Foto: Divulgação

No mês de maio o setor que mais se destacou com saldo de emprego foi o de Serviços | Foto: Divulgação

O Rio Grande do Norte registrou um incremento de 6,19% no número de empregos gerados nos pequenos negócios, no acumulado entre janeiro e maio de 2024, em relação ao mesmo período de 2023. Os micro e pequenos negócios do RN geraram 8.217 empregos de janeiro a maio de 2024, enquanto em 2023 o número registrado foi de 7.738. Embora o mês de maio de 2024 tenha registrado um deficit de 14% no número de vagas (1.459) em relação a 2023 (1.702), puxado sobretudo pela sazonalidade da agricultura, os resultados do setor são positivos quando analisados o período acumulado dos primeiros cinco meses do ano. Os dados são da edição de maio de 2024 do Mapa do Emprego, elaborado pela equipe do Sebrae-RN, com base nos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Levando em consideração o porte das empresas, o crescimento no número de empregos gerados pelas micro e pequenas empresas foi de 5% no período de um ano pra outro (2023 – 7.683 postos de trabalho/2024 – 8.090 postos de trabalho) e a da pequena empresa, 131% (2023 – 55 empregos/2024 – 127 empregos).

No mês de maio os setores que mais se destacaram com saldo de emprego foram Serviços (+1.422), Construção (+680, sendo 318 só no segmento construção de edifícios) e Indústria (+558). No Rio Grande do Norte, os municípios que mais criaram postos de trabalho no estado foram Natal (875), Mossoró (874) e Parnamirim (402).

"Observamos um pequeno crescimento no número de empregos no período de janeiro a maio de 2024 em relação a 2023, apesar do mês de maio ter tido um resultado inferior a maio de 2023. A variação decorre principalmente pela sazonalidade característica no setor agropecuário do Estado", comentou o superintendente do Sebrae-RN, Zeca Melo.

Dados gerais

Em termos de números totais de empregos gerados no RN, sem levar em consideração o porte do negócio, o Rio Grande Norte apresentou em maio um saldo de 2.736 de empregos formais, levando em consideração 19.624 admissões e 16.888 demissões ocorridas. Em comparação ao mesmo mês em 2023, quando registrou 1.705 novos postos de trabalho, o percentual representa um incremento de 60%.

O resultado deixou estado potiguar em 4o lugar na região Nordeste, superando Maranhão (2.416 empregos); Alagoas (2.224 empregos); Piauí (2.134 vagas); Paraíba (1.176); e Sergipe (723); e ficou atrás da Bahia (com 8.785 vagas geradas); Ceará (6.956 empregos criados); e Pernambuco (3.992 vagas geradas).

Fonte: Tribuna do Norte

Comunicar erro
Rede Ideal 1

Comentários

Telecab