PolĂ­cia Federal indicia Bolsonaro por venda de joias e falsificação de cartões de vacina

Por Rogerio Magno em 04/07/2024 às 09:19:23
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A PolĂ­cia Federal indiciou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e auxiliares nos inquéritos da venda de joias e da falsificação de cartões de vacinação contra a Covid-19, no sistema do Ministério da SaĂșde. O inquérito com as investigações e relatórios feitos pela PF foram entregues ao ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira (4).

Além do nome do ex-presidente, a PF incluiu na investigação e indiciou Fabio Wajngarten, ex-chefe da Secretaria de Comunicação Social e seu advogado pessoal, e Frederico Wasseff, ex-advogado da famĂ­lia Bolsonaro. O ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, Mauro Cid, também foi indiciado. O tenente-coronel optou por fazer a delação premiada.

Nos inquéritos, a PF investiga uma suposta fraude no sistema de vacinação contra a Covid-19, no sistema do Ministério da SaĂșde. No caso das joias, em que um suposto grupo realizava a comercialização de joias recebidas pela presidĂȘncia da RepĂșblica.

Fonte: Tribuna do Norte

Comunicar erro
Rede Ideal 1

ComentĂĄrios

Telecab