Mapa de facções nas cadeias aponta a existĂȘncia de 72 grupos criminosos

À CNN, secretĂĄrio nacional de PolĂ­ticas Penais (Senappen), AndrĂ© Garcia, afirma que aumento Ă© indesejado, mas tambĂ©m indica maior monitoramento do crime organizado pelo poder pĂșblico

Por Rogerio Magno em 06/07/2024 às 15:59:16
Presídio no estado de São Paulo Arquivo/ Agência Brasil

Presídio no estado de São Paulo Arquivo/ Agência Brasil

Um novo mapa do Ministério da Justiça sobre o crime organizado mostra que aumentou o número de grupos criminosos que atuam dentro dos presídios.

O documento, que serĂĄ publicado nos próximos dias, aponta um total de 72 facções, em 2024. Até o ano passado, eram 68. Cresceu a formação de organizações locais, que atuam como parceiros dos dois maiores grupos com inserção nacional, Primeiro Comando da Capital (PCC) e Comando Vermelho (CV).

As facções locais tĂȘm função assistencial, apesar de também possuírem autonomia e lógicas próprias de atuação.

O levantamento realizado pelo governo federal é anual. A nova edição serĂĄ apresentada pela Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen) ao ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, na semana que vem.

Comunicar erro
Rede Ideal 1

ComentĂĄrios

Telecab