RN sedia 3º Encontro Nacional da Marcha Mundial das Mulheres

Evento se estenderá até o dia 9 de julho reunindo mulheres de todo Brasil; abertura contou com presença da ministra Aparecida Gonçalves

Por Rogerio Magno em 07/07/2024 às 10:35:35
A abertura do evento aconteceu neste sábado (6), no auditório da Escola de Governo - Foto: Sandro Menezes/Assecom

A abertura do evento aconteceu neste sábado (6), no auditório da Escola de Governo - Foto: Sandro Menezes/Assecom

A governadora Fátima Bezerra participou da abertura do 3º Encontro Nacional da Marcha Mundial das Mulheres "Nalu Faria" que aconteceu neste sábado, 6 de julho, no auditório da Escola do Governo. O evento, que se estenderá até o dia 9 de julho, reúne mulheres de todo o Brasil em debates e seminários voltados para temas cruciais na defesa dos direitos das mulheres e o combate à violência.

Na ocasião, a governadora Fátima Bezerra destacou a importância do encontro e da participação da ministra das Mulheres, Aparecida Gonçalves, e reafirmou o compromisso do Governo do RN com a temática.

"Quero expressar aqui a alegria do Rio Grande do Norte em sediar este encontro nacional da Marcha Mundial das Mulheres. Contamos com a participação de mais de mil mulheres vindas de vários lugares do Brasil. A presença da nossa ministra aqui é muito significativa, pois simboliza o compromisso do Governo Federal com a agenda de defesa dos direitos das mulheres. Este encontro, sobretudo, renova nossa mobilização social para que não haja retrocessos e para que possamos avançar cada vez mais em direção a uma vida com direitos, dignidade e sem violência",

Com a presença da ministra das Mulheres, Aparecida Gonçalves, o encontro homenageou Nalu Faria, feminista e uma das figuras mais importantes da militância nacional, falecida em outubro de 2023. Nalu foi coordenadora da Marcha Mundial das Mulheres e integrante da Sempreviva Organização Feminista, deixando um legado inspirador para a luta pelos direitos das mulheres no Brasil.

"Este é um momento muito importante. As mulheres estão mostrando que sempre estiveram nas ruas, sempre estão mobilizadas, com a capacidade de pensar e reinventar a história e o Brasil. A Marcha Mundial das Mulheres mais uma vez demonstra isso. São mais de mil mulheres fazendo um debate político de conjuntura, garantindo e mostrando que o lugar da mulher é onde ela quiser", destacou a ministra Aparecida Gonçalves.

Durante o encontro, a Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (Semjidh) ofereceu o serviço do Ônibus Lilás, unidade móvel dedicada à prevenção da violência contra a mulher e à ouvidoria de direitos humanos.

A ação se soma a diversas outras iniciativas do Governo do RN no enfrentamento à violência contra as mulheres e na promoção da igualdade de gênero, como a reativação do Comitê Estadual Intersetorial de Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar Contra as Mulheres e a criação do Fundo Estadual de Políticas para as Mulheres.

A Marcha Mundial das Mulheres, organizada a partir de uma perspectiva anticapitalista, internacionalista e antirracista, está presente em 21 estados brasileiros e em cinco regiões do mundo, incluindo as Américas, África, Ásia-Oceania, Europa, Norte da África e Oriente Médio.

"Nesses quatro dias, discutiremos várias questões. Vamos afinar nosso debate sobre a conjuntura e o impacto na vida das mulheres, discutir nossas lutas e resistências, e fortalecer nosso processo de organicidade. A partir desse encontro, também definiremos uma agenda de lutas para o próximo período", explica Rejane Medeiros, coordenadora estadual da Marcha e responsável pela organização do encontro na capital potiguar.

Um ato público será realizado na segunda-feira (08). "É um momento importante em que as militantes da marcha, assim como representantes de movimentos aliados, estarão presentes para nos fortalecermos mutuamente, construir a agenda conjuntamente e avançar nas políticas públicas para as mulheres no Brasil".

Acompanharam a governadora as secretárias estaduais Olga Aguiar, das Mulheres, e Iris Oliveira, da Assistência Social, a secretária extraordinária da Cultura, Mary Land Brito, e a adjunta da Administração Penitenciária, Armeli Brennand. Participaram, ainda, a deputada federal Natália Bonavides, a deputada estadual Isolada Dantas, as vereadoras Brisa Bracchi, de Natal, Rayssa Aline, de Currais Novos Thabatta Pimenta, de Carnaúba dos Dantas.

Também participaram do dispositivo de abertura: Maria Fernanda Marcelino – coordenação Nacional da Marcha Mundial das Mulheres; Amanda Corcino – secretária Nacional da Mulher Trabalhadora; Steffani Maria – diretora de Mulheres da União Nacional dos Estudantes; Lucineia Freitas – Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra; Mariah Fernandes – CONAQ Coordenação Nacional de Articulação de Quilombos; Melayne Macedo – CMP Central de Movimentos Populares; deputada Federal Ana Pimentel: vereadora em representação das vereadoras militantes da Marcha Mundial das Mulheres; Maria Gonçalves – MAB Movimento dos Atingidos por Barragens e Mazé Moraes – Marcha das Margaridas e Marcha Mundial das Mulheres.

Fonte: Novo Notícias

Comunicar erro
Rede Ideal 1

Comentários

Telecab