Bolsonaro se hospedou na Embaixada da Hungria após perder passaporte

A publicação analisou as imagens das câmeras de segurança do local e imagens de sat√©lite, que mostram que Bolsonaro chegou no dia 12 de fevereiro à tarde e saiu na tarde do dia 14 de fevereiro

Por Rogerio Magno em 26/03/2024 às 08:22:57
Foto: The New York Times/Frame

Foto: The New York Times/Frame

O ex-presidente Jair Bolsonaro permaneceu dois dias na Embaixada da Hungria, em Bras√≠lia, entre os dias 12 e 14 de fevereiro deste ano, após ter tido seu passaporte apreendido pela Pol√≠cia Federal. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (25) pelo jornal The New York Times.

O jornal norte-americano sugere que Bolsonaro, alvo de investigações criminais, tentou fugir da justiça j√° que o ex-presidente não pode ser preso em uma embaixada estrangeira que o acolheu, porque est√° legalmente fora do alcance das autoridades nacionais.

"A estadia na embaixada sugere que o ex-presidente tentava alavancar a sua amizade com um colega l√≠der de extrema direita, o primeiro-ministro Viktor Orban, da Hungria, em uma tentativa de escapar ao sistema de justiça brasileiro enquanto enfrenta investigações criminais no seu pa√≠s", diz o jornal.

O jornal norte-americano teve acesso às imagens da câmera de segurança da embaixada, que mostram que o ex-presidente permaneceu dois dias no local, acompanhado por seguranças e funcion√°rios da embaixada. O embaixador Miklós Halmai também aparece no local.

A publicação analisou as imagens das câmeras de segurança do local e imagens de satélite, que mostram que Bolsonaro chegou no dia 12 de fevereiro à tarde e saiu na tarde do dia 14 de fevereiro.

As imagens mostram que a embaixada estava praticamente vazia, exceto por alguns diplomatas h√ļngaros que moram no local. Segundo o jornal, os funcion√°rios estavam de férias porque a estadia de Bolsonaro foi durante o feriado de carnaval.

Segundo a reportagem, no dia 14 de fevereiro, os diplomatas h√ļngaros contataram os funcion√°rios brasileiros, que deveriam retornar ao trabalho no dia seguinte, dando a orientação para que ficassem em casa pelo resto da semana.

Defesa

A defesa do ex-presidente da Rep√ļblica confirmou que ele passou dois dias hospedado na embaixada da Hungria em Bras√≠lia "para manter contatos com autoridades do pa√≠s amigo". Em nota, os advogados de Bolsonaro dizem que ele mantém um bom relacionamento com o premier h√ļngaro, com quem se encontrou recentemente na posse do presidente Javier Milei, em Buenos Aires.

"Nos dias em que esteve hospedado na embaixada magiar [h√ļngara], a convite, o ex-presidente brasileiro conversou com in√ļmeras autoridades do pa√≠s amigo atualizando os cen√°rios pol√≠ticos das duas nações. Quaisquer outras interpretações que extrapolem as informações aqui repassadas se constituem em evidente obra ficcional, sem relação com a realidade dos fatos e são, na pr√°tica, mais um rol de fake news", diz a defesa de Bolsonaro.

A Embaixada da Hungria ainda não se manifestou sobre a estada do ex-presidente.

Passaporte

O passaporte de Bolsonaro foi apreendido pela Pol√≠cia Federal durante a Operação Tempus Veritatis, deflagrada pela PF no dia 8 de fevereiro, por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

A operação foi deflagrada após o tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, ter fechado acordo de colaboração premiada com investigadores da PF.

Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro
Rede Ideal 1

Coment√°rios

Telecab