Força-tarefa inicia desmobilização das buscas por fugitivos em Mossoró

Minist√©rio da Justiça e o Secretaria Nacional de Pol√≠ticas Penais não irão renovar a presença da Força Nacional na região de Mossoró e Bara√ļna

Por Rogerio Magno em 28/03/2024 às 22:14:06
Foto: Arta UOL

Foto: Arta UOL

Após 45 dias de operação, a força-tarefa dedicada à busca dos fugitivos da Penitenci√°ria Federal de Mossoró começar√° a ser desmobilizada a partir desta sexta-feira 29. O Ministério da Justiça e a Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen) optaram por não renovar a presença da Força Nacional na região.

Com essa decisão, cerca de 100 agentes encerrarão sua participação na busca por Davidson Nascimento e Rogério Mendonça, os fugitivos. Desde 23 de fevereiro, esses agentes t√™m estado envolvidos nas operações de recaptura.

Os custos da operação de busca j√° ultrapassam a marca de R$ 1,5 milhão, segundo informações do Ministério da Justiça, Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) e Secretaria Nacional de Políticas Penais.

Os dois detentos escaparam da Penitenci√°ria Federal de Mossoró em 14 de fevereiro, desencadeando uma ampla operação de busca concentrada principalmente nas √°reas circundantes de Mossoró e Baraúna.

No entanto, de acordo com a Senapem, as próximas fases da operação envolverão uma mudança de estratégia, com o envolvimento das forças locais, como a Polícia Militar e Civil. A Polícia Federal também continuar√° com suas investigações.

A autorização para a atuação da Força Nacional foi concedida cinco dias após a fuga, por decisão do Ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski. Cerca de 100 homens e 20 veículos foram enviados para auxiliar nas buscas, mas até o momento, 44 dias após a fuga, os dois detentos ainda não foram encontrados.

Fonte: Portal Agora RN

Comunicar erro
Rede Ideal 1

Coment√°rios

Telecab