TerraBit Tec

Acusado de agressão sexual, Kevin Spacey é colocado em liberdade; nova audiência é marcada

O ator Kevin Spacey foi colocado em liberdade nesta quinta-feira, 16, e assim ficará até uma nova audiência, que acontecerá em 14 de julho conforme...

Por Rogerio Magno em 16/06/2022 às 16:37:22

O ator Kevin Spacey foi colocado em liberdade nesta quinta-feira, 16, e assim ficará até uma nova audiência, que acontecerá em 14 de julho conforme determinação do juiz. O astro de “House of Cards enfrenta acusações de agressão sexual no Reino Unido. Ele compareceu à Corte de Magistrados de Westminster, em Londres, onde confirmou a identidade, a data de nascimento e um endereço na capital inglesa. Em uma nova audiência, daqui pouco mais de um mês, na Corte de Magistrados de Southwark, o ator, de 62 anos, deverá se declarar inocente de todas as acusações. O juiz Tan Ikram considerou não existir risco de fuga, considerando que o americano colaborou com a polícia e na investigação. Usando terno azul, camisa branca e gravata, Kevin acompanhou a audiência de hoje na galeria dos acusados, sempre com uma expressão neutra, olhando ocasionalmente para a área reservada à imprensa. Jornalistas também se aglomeraram do lado de fora do tribunal londrino, aguardando por um contato com algum dos envolvidos na audiência.

Durante a breve sessão de hoje, a promotora, Natalie Dawson, pediu ao magistrado que o ator fosse colocado em liberdade condicional, também que entregasse os documentos de viagem e permanecesse na casa que possui em Londres. O advogado de defesa, Patrick Gibbs, argumentou que o ator solicitava permanecer nos Estados Unidos “a maior parte do tempo, por motivos de trabalho” e também por no país estar “toda sua família e seu cão de nove anos”. Além disso, a equipe que o representa disse que o ator “nega veementemente” todas as acusações feitas contra ele e que isso ficaria demonstrado durante o processo judicial. Gibbs ainda reforçou a colaboração de Spacey com a polícia e que ele segue desejando contribuir para a elucidação do caso. O ator americano se entregou voluntariamente à polícia e nega as quatro acusações feitas por três homens no Reino Unido, que alegam terem sido vítimas de agressões sexuais entre 2005 e 2013.

*Com informações da EFE.

Fonte: Jovem Pan

Comunicar erro
Jota Edilson

Comentários