RN vai receber R$ 5,4 milhões para compra de rem√©dios contra sintomas da dengue

Recursos são voltados para medicamentos para sintomas da doença e outras condições de sa√ļde da população na atenção prim√°ria

Por Rogerio Magno em 27/03/2024 às 19:17:28
A iniciativa contempla medicamentos que tratam sintomas da dengue e outras doenças - Foto: Getty Images

A iniciativa contempla medicamentos que tratam sintomas da dengue e outras doenças - Foto: Getty Images

O Ministério da Saúde vai destinar R$ 5,4 milhões para incremento do recurso financeiro federal do Componente B√°sico da Assist√™ncia Farmac√™utica (Cbaf) no Sistema Único de Saúde (SUS) para o estado do Rio Grande do Norte. A iniciativa contempla medicamentos que tratam sintomas da dengue e outras doenças que acometem a população brasileira na Atenção Prim√°ria à Saúde.

Os recursos para o Cbaf são calculados com base em dados populacionais e serão repassados para financiar a aquisição dos medicamentos e insumos constantes da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename). A recomposição do orçamento se dar√°, em car√°ter excepcional, em parcela única e o pagamento dever√° ocorrer nos próximos dias.

"Recompomos em grande parte o orçamento da atenção b√°sica com aumento retroativo ao ano passado todo em 26%. Ou seja, o investimento saiu de R$ 1,2 bilhão para 1,5 bilhão. Esses recursos devem estar disponíveis ainda nesta semana para todos os municípios brasileiros", explica o secret√°rio de Ci√™ncia, Tecnologia e Inovação e do Complexo Econômico-Industrial da Saúde, Carlos Gadelha.

O anúncio do incremento foi feito na quarta-feira (21), durante atualização para a imprensa sobre o cen√°rio epidemiológico da dengue no Brasil. A medida se soma ao apoio financeiro de mais de R$ 79 milhões disponibilizados pelo Ministério da Saúde aos estados e municípios para o enfrentamento de emerg√™ncias sanit√°rias, dentre elas, a dengue.

Componente Básico da Assistência Farmacêutica (Cbaf)

O Componente B√°sica da Assist√™ncia Farmac√™utica é respons√°vel por promover ao cidadão o acesso a medicamentos e insumos para o tratamento dos principais problemas e condições de saúde da população brasileira na Atenção Prim√°ria à Saúde. Esses itens estão elencados nos anexos I e IV da Rename vigente e sua aquisição ocorre de forma centralizada (responsabilidade da União) e descentralizada (responsabilidade dos estados, do Distrito Federal e dos municípios).

Fonte: Portal Agora RN

Comunicar erro
Rede Ideal 1

Coment√°rios

Telecab