E-RN 800x105

Entreposto: PF investiga grupo criminoso e combate contrabando de cigarros no estado do RN

Por Rogério Magno em 18/11/2020 às 15:50:49

A Polícia Federal (PF), com apoio da Secretaria de Opera√ß√Ķes Integradas (SEOPI), do Ministério da Justi√ßa e Seguran√ßa Pública, deflagrou na manh√£ desta quarta-feira, 18/11, em Mossoró/RN, a segunda fase de Opera√ß√£o Smoke Route, denominada Entreposto, que investiga as atividades de organiza√ß√£o criminosa voltada à pr√°tica de contrabando de cigarros.

Cerca de 25 policiais federais cumpriram quatro mandados de busca e apreens√£o e quatro mandados de pris√£o preventiva nas cidades de Mossoró e Serrinha dos Pintos, Alto Oeste do estado, além de ter sido determinado o sequestro judicial de valores depositados em contas banc√°rias dos investigados.

Dentre os detidos, h√° um vereador que j√° havia sido preso em maio de 2020 pelo mesmo tipo de crime e foi reeleito no pleito eleitoral do último domingo (15), frisa release da assessoria de comunica√ß√£o da PF potiguar.

A investiga√ß√£o teve início em julho de 2020, a partir da pris√£o em flagrante de um cidad√£o paulista de 33 anos, que foi encontrado em um depósito da organiza√ß√£o criminosa na posse de uma carga avaliada em R$ 2,2 milh√Ķes.

As diversas dilig√™ncias realizadas no curso da investiga√ß√£o permitiram identificar a exist√™ncia de uma organiza√ß√£o criminosa bem estruturada, que agia no transporte naval de cigarros com origem no Suriname (marcas da China, Indonésia e Paraguai), os quais s√£o internalizados de forma clandestina em pontos da costa potiguar e que tem na cidade de Mossoró um importante entreposto para o posterior transporte a diversos estados.

Jota Edilson

Coment√°rios

GF AUTO CENTER